banner

quinta-feira, 18 de abril de 2013

"Não dê esmolas", contribua para que a prefeitura de Salvador "Dê futuro"

Prezados,
Muito me preocupa acompanhar a olhos nus nos ultimos 10 anos o crescimento do numero de pessoas que dormem, acordam, se banham e se alimentam nas ruas de Salvador, principalmente nos bairros por onde trajeto diariamente (Largo da Madragoa, Largo de Roma, Largo dos Mares, Calçada, São Joaquim, Praça da Piedade etc).
Assisto  todas as noites pessoas caridosas doando alimentação.
É um misto de tristeza e consolo aos meus olhos. Fiz algumas reflexões aos nossos gestores publicos municipal e estadual, me questionava porque eu via, sentia e eles não.
Bem, tudo indica que essa situação de miserabilidade, agora está ganhando visibilidade e com previsão de fim. Fim da miseria e inicio de uma nova vida com melhores possibilidades.
Foi com alegria que assisti a prefeitura municipal de Salvador, ir as ruas, ao encontros desses moradores condandos-os e tentando convence-los que pode acolhê-los. Excelente inicio. Mas, isso não será fácil, tira-los da rua é algo dificil, muitos sofrem de males grandes como desesperança, desconfiança, dependencia quimica e até loucura. Deste modo, para eles serem convencidos a sair das ruas, será necessario que nós o ajudemos....
Em sua opinião, de que forma será que cada um de nós poderemos ajudar? Que tal se nós combinarmos com eles que a sopa, o mingau, o pão, as roupas e comidas, a fé, a esperança que doamos diariamente a eles nós continuaremos doando, mas, só para quem estiver dentro dos abrigos da prefeitura.
Penso que esta é uma das formas de ajudarmos a essas pessoas a sairem das ruas.
E você o que sugere?

quarta-feira, 17 de abril de 2013

BRAINLY, novo site de pesquisa


Novidade!
Pela segunda vez recebi a solicitação para divulgar esse site o BRAINLY ,
Como meu objetivo é divulgar coisa boa, estou divulgando esta também. De acordo com o setor de divulgação "... Brainly.com.br é um portal (totalmente gratuito) de social learning que apresenta uma abordagem inovadora à educação e aprendizagem graças à qual os alunos brasileiros do ensino fundamental e médio podem ver que a escola, trabalhos de casa e estudo podem dar prazer e satisfação pessoal. Todos os portais do grupo já atraem 10 milhões usuários únicos por mês em 19 países.
O portal há pouco tempo chegou ao Brasil e já conta com quase 40 mil usuários. O acesso é gratuito e sempre será - queremos facilitar a troca de conhecimento e estudo. Não é o segundo Yahoo Answers - aqui os especialistas tomam conta da alta qualidade das respostas!
Então, vamos checar não é?
Boa sorte!
Abraços

segunda-feira, 8 de abril de 2013

Mestrado a distancia em letras

Candidatos terão um mês para se inscrever em mestrado a distância de letras


Saiu edital do Profletras. Inscrições começam em 22 de abril. Veja a relação das instituições que abriram 829 vagas

02/04/2013
Da revista Ache Seu Curso
 A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), que coordenará o primeiro mestrado profissionalizante a distância de letras, lançou o edital para as inscrições no curso. Os interessados terão de 22 de abril a 20 de maio para se inscreverem. As provas acontecerão em 16 de junho.

Segundo o edital, para concorrer é necessário ter licenciatura em letras com habilitação em português, e ser professor da rede pública do ensino básico (1º ao 9º ano), pertencente ao quadro permanente de funcionários. Serão disponibilizadas 829 vagas em 37 instituições de ensino federais e estaduais em todo o país.

O curso será realizado por meio a estrutura da Universidade Aberta do Brasil (UAB), consórcio articulado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Nível Superior (Capes), que reúne instituições federais e estaduais de ensino. Não há por enquanto menção a bolsas de estudo para os alunos, no molde do que hoje acontece com o outro mestrado profissionalizante a distância no país, o de matemática, coordenado pela Sociedade Brasileira de Matemática sob supervisão da Capes.

As inscrições, que custam R$ 50,00, podem ser feitas no site do Núcleo Permanente de Concurso da UFRN, o Comperve (www.comperve.ufrn.br). No final do edital, há uma relação das instituições que oferecem vagas para o curso.  Leia o edital completo aqui< http://www.comperve.ufrn.br/conteudo/posgraduacao/profletras/201301/documentos/edital_201301.pdf>

terça-feira, 2 de abril de 2013

Simposio Baiano de Educação em EAD - ao vivo



“Convertidos são perigosos:
- Amarram seus futuros aos objetos da conversão
- Amarrei o meu futuro no Brasil, e quero ver  funcionar bem
- E, talvez, assim, conseguiremos um Prêmio Nobel”
                                              02/04/2013, Fredric M. Litto,
 Recusar os clichês da atualidade: "Habilidades para o século XXI" ou "Ensinar para competencias" Comecar uma  politica de "aquisiçoes" de RH

Formas de matar uma boa ideia:
Ja tentamos isso antes, e não funcionou
De onde veio essa idéia...

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Desafio de Professora provoca riqueza em aluno

 
De acordo com noticia publicada no "Infomoney, notica que vale dinheiro", uma criança de apenas 10 anos de idade criou e tornou-se presidente de empresa nos EUA. Surpresos? Pois saibam que esta empresa ele montou aos 7 anos de idade, após uma aula na escola sobre lixo reciclavel. O nome da criança é " Vanis Buckholz tem apenas 10 anos e já ocupa o cargo de presidente de uma empresa na Califórnia, EUA. Ele é CEO da My ReCycler, empresa de reciclagem que ele mesmo criou aos sete anos de idade. A ideia de recolher lixo reciclável no bairro onde morava surgiu depois de uma aula na escola. A professora desafiou os alunos a fazerem a diferença no planeta. Ele começou reciclando o lixo da sua casa, em seguida passou para a casa dos vizinhos. “Fiquei realmente surpreso com a quantidade de coisas que se joga fora.” A iniciativa chamou atenção também dos empresários da região. Com a ajuda dos pais, ele passou a recolher o lixo reciclável das empresas. A família acompanha de perto as despesas da empresa, cerca de 25% do total ganho é destinado para cobrir custos com sacos de lixo, desinfetantes para as mãos, entre outros produtos necessários para a realização da atividade. O valor do faturamento da empresa não é divulgado. Mas a empresa fatura, em média, US$ 200 com cada caminhão que ela consegue encher com a reciclagem. A maior parte do dinheiro que o menino ganha é guardado em uma poupança. Outros 25% são doados para uma instituição dedicada a crianças sem-teto, a Project Hope Alliance. Sobre trabalhar com essa idade, ele afirma que ama o seu trabalho. “Eu sou um garoto de muita sorte.”" Pensem! Se essa moda pega heim, quantos milionarios teríamos heim!!!! O Professor é e sempre fará a diferença. Concordam?

sábado, 17 de novembro de 2012

CHICO REI – Rei africano, que tornou-se escravo, conseguiu alforria e libertou + de 400 escravos

Chico Rei, nasceu em Galanga no Congo como um monarca guerreiro e sumo-sacerdote do Deus pagão Zambi-Apungo, foi capturado com toda a corte por comerciantes portugueses de escravos e vendido com o filho Muzinga no Rio de Janeiro, de onde foi levado assim como tantos outros escravos africanos em 1740, para trabalhar na mineração de ouro.Sua esposa a rainha Djalô e a filha, a princesa Itulo, foram jogadas no oceano pelos marujos do navio negreiro Madalena para aplacar a ira dos Deuses da Tempestade, que quase o afundou. Depois de servir cinco anos como escravo do major Augusto de Andrade Góis, Chico Rei comprou, por meio do padre Figueiredo, sua carta de alforria, libertou o filho, conseguiu comprar uma mina de ouro supostamente esgotada e, com o trabalho na mineração, alforriou outros 400 cativos, entre os quais os integrantes da sua corte africana. Sua devoção a Santa Ifigênia cresceu com fé robusta. Foi, então, que Chico sentiu a necessidade de erguer uma igreja para a santa, cuja capela se fincou com modéstia no Alto da Cruz. Uma igreja no alto do morro para ser vista por todos. Ali Chico Rei foi crismado por Dom Manoel da Cruz e casou-se, pela segunda vez, com Antônia, filha do Sacristão da Igreja, sendo seu casamento realizado por Dom Manoel Teixeira. No dia 6 de janeiro de 1747, Vila Rica foi surpreendida com uma festa que desconhecia. Chico Rei e seus patrícios, alforriados apareceram na capela de Nossa Senhora do Rosário com uma indumentária surpreendente. Dançaram o Congado, dança criada por Chico que tornou-se popular em Vila Rica e em todos os lugares onde se fazia o Congado. Aproveitando, habitualmente, uma brecha no sistema colonial, Chico, um homem inteligente e enérgico, tornou-se rei novamente no exílio, com direito a cetro de ouro, coroa e palácio real. Com seu carisma e determinação, o rei proletário, que trabalhava como todos nas minas de ouro, se tornou, também, um homem rico e respeitado, que deixou 42 potes, com aproximadamente 100 quilos do metal precioso, ao morrer, em 1781, aos 72 anos. Rei de sua tribo, lutou para alforriar seus súditos na América, tornando-se líder em Ouro Preto. Transformou-se numa figura lendária, considerada o símbolo da liberdade no Brasil, principalmente em Minas Gerais. Chico Rei tinha alguns amigos na população servil e muitos admiradores entre os brancos. Depois da morte do monarca, boa parte da comunidade formada por cativos alforriados abandonou Ouro Preto. Os prováveis motivos foram por esgotamento total da mina de Encardideira, comprada por Chico do major Augusto, e a perda de prestígio e segurança sem a presença do rei-escravo. Muzinga (filho de Chico) e seus seguidores dirigiram-se, provavelmente em 1785, para Vila do Tijuco (atual Diamantina), terra de Xica da Silva, para trabalhar na extração de diamantes quando, ao passar em Pompéu, cidade das vizinhanças, pararam para se aconselhar com o padre Antonio Moreira, que, ao ver o ouro que traziam, os convenceu a comprar terras de sua propriedade na Pontinha.Muzinga, como o pai, tinha adotado o catolicismo em substituição aos ritos africanos e se tornado devoto de Santa Ifigênia, santa negra de origem egípcia, e Nossa Senhora do Rosário, homenageadas em igrejas que Chico Rei ajudou a construir em Ouro Preto. FONTE: http://firmaproducoes.com/2003/01/28/chico-rei-rei-africano-que-tornou-se-escravo-conseguiu-alforria-e-libertou-de-400-escravos/